fbpx
Você conhece o seu filho? Quais os tipos de inteligência ele apresenta?
março 6, 2018
A preguiça pode sabotar o seu filho: incentive a criança a ter disposição
março 30, 2018

Sempre ouvimos que “paciência é uma virtude”. Os tempos mudaram e com o advento da internet moldou esse novo comportamento. Se alguém quer algo, basta pegar o seu celular e pronto! É claro, não podemos negar que a tecnologia proporciona, mas, de certa forma, fizemos com que a paciência ficasse um pouco mais curta que no tempo de nossos pais.

Mas calma lá! Você não pode também sair correndo e proibindo seu filho de fazer tudo que tenha ligação com a tecnologia. O melhor é conciliar e aproveitar das facilidades da vida moderna e a convivência educação em sociedade. Separamos algumas dicas para você exercitar a paciência do seu filho e criar boas práticas com valores de familiares e sociais como um todo.

Assim como a educação, a paciência começa em casa e é papel dos pais ajudarem seus filhos a saber esperar. A paciência na vida adulta, como sabem, é fundamental.

Uma atitude vale mais que mil palavras

Seja o exemplo, essa é a dica mais importante quando o assunto é a educação do seu filho. Não se esqueça, o que você faz sempre vai tem muita importância e o seu comportamento é absorvido de forma natural. Então, muito cuidado.

Estabeleça prazos

Se seu filho quer um brinquedo, faço que ele espere até o aniversário (ou dia das crianças, Natal, etc.) para ganhá-lo. Montar um calendário especial pode ajudar ensiná-lo a contar quantos dias faltam para conseguir o que ele quer. Sempre que precisar, peça para ele consultar o calendário da família todos os dias.

Estabeleça rotinas

Rotinas são importantes para ajudar filho entende que as coisas levam um tempo para serem executadas. Faço-o participar da rotina diária, por exemplo, ir ao supermercado com você, horário das refeições, da sobremesa, a hora de sair da mesa, pedir ajuda para tirar a mesa ou fazer a comida pode ajudá-lo a entender que existe horário para tudo.

Espero só um minuto

Quando seu filho quiser algo imediatamente e isso não for possível, não responda com “um minutinho” ou “é rapidinho”. Seja honesto. Você pode dizer algo como “preciso terminar tal coisa, o que levará tantos minutos. Você vai ter o que espera, tudo bem?” e não dê atenção se a birra começar. Quando terminar o que está fazendo e for atendê-lo, apenas diga: “estou aqui. Vamos lá?”.

Embora não haja um manual de instruções para a criação dos filhos, é preciso que os pais tenham em mente que tipo de adultos eles querem que seus filhos se tornem. Fazer o filho esperar por algo contribui para que ele crie um traço de personalidade que lhe será muito útil na vida adulta.

Matrículas Abertas